Skip to content
Cloreto de Magnésio

O que é Cloreto de Magnésio P.A.? Confira aqui e tire suas dúvidas!

O que é Cloreto De Magnésio P.A.?

Cloreto de Magnésio P.A.? Confira aqui informações completas sobre este componente essencial para o funcionamento do nosso organismo, benefícios, origem do uso e muito mais!

O que é Cloreto de Magnésio P.A.?

O que é Cloreto de Magnésio P.A.? Em resumo este composto é constituído por um íon de magnésio e dois de cloreto, cuja fórmula é MgCl2, e tem natureza inorgânica. É mais utilizado principalmente para fins terapêuticos na medicina e também culinários.

Ele é encontrado no nosso organismo, na água do mar, nas rochas e bem como no Universo.

Qual é a diferença entre o Cloreto de Magnésio e o Cloreto de Magnésio P.A.?

Em síntese, a sigla P.A. significa “Puro para Análise”, é pelo Cloreto de Magnésio P.A. que são criadas todas as outras formas de magnésio, e dessa forma faz que ele tenha uma maior abrangência de usos.

Esta fórmula age da mesma forma como um poderoso remédio em nosso organismo. Assim que o Cloreto entra em nossa corrente sanguínea, nosso corpo o envia para a região onde ele é mais necessário.

O Magnésio em nosso Organismo!

O nosso corpo precisa do Magnésio para estar em equilíbrio. Vários sintomas de doenças graves e crônicas desaparecem logo que nos certificamos que nosso organismo tenha a quantidade ideal do Magnésio, através do consumo diário do Cloreto de Magnésio P.A.

Quando não há a reposição do Cloreto de Magnésio P.A. em nosso sistema, ele começa a entrar em colapso, mas bem lentamente.

O Cloreto de Magnésio P.A. é antes de mais nada, um fator importantíssimo para manter um bom funcionamento de nossos processos vitais

De acordo com professor da USP José Luiz Aiello Ritto, um corpo humano saudável possui cerca de 25 g de cloretos de magnésio divididos na seguinte maneira:

  • Ossos: 1g/Kg
  • Rins: 207mg/Kg
  • Músculos: 215mg/Kg
  • Coração: 175mg/Kg
  • Baço: 142mg/Kg
  • Cérebro: 140mg/Kg
  • Testículos: 95mg/Kg
  • Pulmões: 74mg/Kg

Apenas 1% do Magnésio encontrado em nosso corpo circula pelo sangue.

Portanto quando o médico solicita um hemograma com o nível do magnésio no sangue, ele não terá um panorama completo da quantidade de Magnésio em nosso organismo.

Entretanto, se o nível dele estiver baixo em nosso sangue, significa que a deficiência do Magnésio está crítica e perigosa, e muitas vezes pode até ser um problema crônico.

Para se ter uma visão completa dos níveis de Magnésio em nosso organismo, é necessário da mesma forma que ter os resultados dos exames de sangue, também levar em conta sinais e sintomas que o indivíduo apresenta.

Em suma, há estimativas de que 80% da população hoje tem carência de Magnésio!

O que é Cloreto de Magnésio
O que é Cloreto de Magnésio P.A.

Sintomas Causados pelas Carência do Magnésio

Veja uma lista dos possíveis sintomas causados pela deficiência do Magnésio no corpo humano

  • Alergias
  • Ansiedade e pânico
  • Asma
  • Batimentos irregulares
  • Cálculos
  • Cárie dental
  • Cistites de Repetição
  • Cólica Menstrual
  • Constipação
  • Depressão
  • Desordem de atenção
  • Diabetes
  • Doenças Cardiovasculares
  • Doenças como Parkinson, Cronh, Alzheimer
  • Dor lombar
  • Dores musculares
  • Dores causadas por calcificações (ossos, articulações, órgãos, nervos e tecidos moles)
  • Envelhecimento precoce
  • Enxaquecas
  • Espasmos e fraquezas musculares
  • Fadiga Crônica
  • Hiperatividade
  • Hipertensão arterial
  • Infertilidade
  • Insônia
  • Nervosismo
  • Osteoporose
  • Pré-eclampsia e eclampsia
  • Problemas de Pele
  • Problemas renais, no estômago, de fígado, intestino e pâncreas
  • Prisão de Ventre
  • Síndrome Metabólica
  • Soluços
  • Stress
  • Tensão Pré-Menstrual
  • Trombose

História do Cloreto de Magnésio P.A.

O primeiro estudo sobre os efeitos e benefícios do Cloreto de Magnésio começou com o professor e doutor francês Pierre Delbet (1861-1957)

Foi em 1915, enquanto servia durante a I Guerra Mundial, que o professor Pierre percebeu que os antissépticos utilizados nos tecidos machucados durante a batalha intensificavam as infecções ao invés de eliminá-las.

Na procura por uma solução que limpasse as feridas dos soldados, ele encontrou o melhor resultado com o Cloreto de Magnésio. Além de não provocar danos na pele, o Cloreto de Magnésio destruía os micróbios bem como melhorava a atividade de leucócitos e da fagocitose.

Apenas por acaso ele descobriu que, quando o Cloreto de Magnésio P.A. fosse tomado via oral ou injetado em vias, o cloreto agia igualmente como remédio para várias doenças.

Em seu tratado “Política Preventiva do Cancro”, de 1926, Dr. Delbet defendia que o Cloreto de Magnésio era afinal um importante aliado no combate das nossas células sanguíneas às variadas doenças.

Padres Jesuítas e o Cloreto de Magnésio

Outro estudioso do Cloreto de Magnésio, padre Ignácio Puig y Simón, (1887-1961), era um jesuíta e físico, e também um estudioso de mineralogia.

Em seus estudos, realizados em Observatório que ele criou em Buenos Aires, ele registrou em livro suas descobertas sobre as revelações e benefícios do magnésio como componente fundamental em nosso corpo.

O padre, também jesuíta, Beno José Schorr, foi presenteado durante um dos encontros dos jesuítas cientistas com o livro escrito pelo padre Puig que descrevia as maravilhas de cura do Cloreto de Magnésio, e prevenção para artroses, artrites e várias outras calcificações.

Quando já passava da idade dos 60 anos, com problemas de acúmulo de cálcio na coluna que começaram a atrapalhar sua qualidade de vida e sono, Schorr começou a estudar sobre o livro que padra Puig havia escrito na década de 30.

Padre Beno começou a diluir o magnésio na água e utilizava essa solução como remédio. Após dez meses, ele reconquistou a flexibilidade perdida, e também melhorou sua qualidade de vida e sono!

Ele escreveu sobre sua experiência em livro de sua autoria, “Um Remédio Incrível para um Mal Incurável e Outros Males”, de 1985

Juntando os livros dos padres Puig e Beno, podemos encontrar muito mais que 300 funções do magnésio em nosso organismo!

O Cloreto de Magnésio P.A. é Remédio?

O Cloreto de Magnésio P.A. não pode ser considerado como um remédio, mas sim uma opção eficiente, saudável e acessível para promover o nosso equilíbrio mineral e o desempenho das funções de nossos órgãos.

Entretanto ele não tem propriedades de cura! Entretanto o que o Cloreto de Magnésio P.A. faz é atenuar dores e mal-estares, e com isso acabar com o sofrimento das dores.

O Cloreto de Magnésio P.A. equilibra o funcionamento do corpo humano, pois auxilia seus órgãos funcionando em plenitude. Ele elimina toxinas, produz energia, assim como melhora o desempenho vitamínico, e também os processos químicos.

Ele também é importante no transporte do cálcio encontrados em nossos órgãos para nossos ossos, uma vez que previne, ou atenua, doenças como a osteoporose.

Posso encontrar o Cloreto de Magnésio nos alimentos que compro nos supermercados?

Infelizmente, a resposta é não…

O processo moderno de refinamento de cereais, conservantes e principalmente do sal, resulta na quase total eliminação do Cloreto de Magnésio.

Assim como no refinamento, adubação moderna também elimina os Magnésio tanto do solo, quanto dos lençóis freáticos. Portanto, frutas e legumes também são deficientes de fonte do Cloreto de Magnésio.

Como resultado, laticínios, carnes e peixes, também não são boas fontes deste mineral tão importante em nossa vida.

Por isso a importância de investir na complementação do Cloreto de Magnésio PA!

Benefícios do Magnésio P.A.

O Cloreto de Magnésio P.A. é especialmente eficaz contra:

  • Abscessos
  • Alcoolismo e dependência química
  • Amigdalite
  • Asma
  • Bronquite
  • Caxumba
  • Choque
  • Conjuntivite crônica e aguda
  • Coqueluche
  • Crises epiléticas
  • Doenças reumáticas e alérgicas
  • Enfisema
  • Envenenamento
  • Escarlatina
  • Faringite
  • Feridas infectadas
  • Furúnculos
  • Gastrenterite
  • Gripe
  • Herpes Zoster
  • Neurite ótica
  • Osteomielite
  • Pneumonia
  • Rouquidão
  • Rubéola
  • Sarampo
  • Tétano

Atenção nestes detalhes!

A ingestão de álcool diminui os níveis de magnésio em nosso organismo, com isso, quem o ingere pode melhorar muito sua qualidade de vida com tratamento adequado, e também fazendo uso do Cloreto de Magnésio P.A.

Para os que sofrem com a síndrome de Parkinson, vários problemas são atenuados assim que os indivíduos iniciam a suplementação com magnésio, além da redução da rigidez dos músculos e ossos.

Além do Cloreto de Magnésio P.A., existem outras formas de apresentação do Magnésio, como por exemplo o Magnésio Dimalato!

O que é Cloreto de Magnésio P.A.? Confira aqui e tire suas dúvidas!
5 (100%) 3 votes

Artigos Relacionados

Deixe um Comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

DMCA.com Protection Status
error: Content is protected !!